Luciana Fregolente

 
 

Luciana Fregolente começou sua carreira simultaneamente no Teatro e na Televisão em 1991. No primeiro fez, entre outras peças, “O Bravo Soldado Schweik” ao lado de Lucio Mauro Filho, Maria Clara Gueiros entre outros (1996 – Direção de Bernardo Jablonski),   “Il Trittico” (1995 – ópera de Giacomo Puccini dirigida por Jorge Takla), “Úteros em Fúria” ao lado de Heloísa Périssé e Maria Clara Gueiros (2000 – Direção de Bernardo Jablonski), “Aracy de Almeida – No País de Araca” ao lado de Leandro Hassun (2001 – Direção de Eduardo Wotzik) e “Pelo amor de Deus, não fala assim comigo” (texto de Maria Carmem Barbosa), ao lado de Cissa Guimarães, Orã Figueiredo e Kadu Garcia (2008 - Direção de Ivan Sugahara).

Na TV, entre seus principais trabalhos, protagonizou a série “Família SA” no Canal Futura em 2002 ao lado de Leandro Hassum, atuou em diversos programas como “A Grande Família”, “Os Normais”, “A Diarista”, “Sob Nova Direção”, “Os Amadores”, “Casos e Acasos”, “Força Tarefa” (todos na Rede Globo) e em vários episódios do sitcom “Cilada” (Multishow e Fantástico) com personagens diferentes ao lado de Bruno Mazzeo, assim como em mais de uma dezena de novelas – sendo a última “Cheias de charme” em 2012 na Rede Globo. Em 2009 entrou para o elenco fixo do sitcom “Cilada” no Multishow . Em 2010 foi Dircinha Batista na minissérie “Dalva e Herivelto” na TV Globo. Nesse ano também estrelou o sucesso teatral ALUCINADAS ao lado de Renata Castro Barbosa com direção de Victor Garcia Peralta. Participou dos filmes:  “Os Normais 2” de José Alvarenga Jr, “E aí, comeu?” de Felipe Joffily e “O Julio sumiu.” de Roberto Berliner. O programa “Alucinadas na TV” estreia dia 5 de Novembro de 2014 no canal Multishow, criado e protagonizado por Luciana e Renata Castro Barbosa. Além do trabalho de atriz Luciana apresentou em 2005 ao lado de Dedina Bernardelli e Ana Flores o programa de rádio diário ao vivo, “Amigas Invisíveis”, na Radio Globo e atualmente é autora da TV Globo.